Desenvolvimento Urbano e Regional
Engenharia de Tráfego
Transportes Coletivos
Mobilidade Sustentável
Energia e Ambiente
Logistica
Economia de Transportes
Regulação e Políticas
Inovação
   
 
 

 
Inovação

A importância de estar um passo à frente

Os desejos de Mobilidade resultam da necessidade de ir de A a B. Ponto.

Em torno desta frase, é o possível conceber qualquer solução de transporte em qualquer modo. Mas por vezes é necessário voltar ao princípio.

Na TIS acreditamos na inovação. Desde sempre investimos em projectos de investigação à escala Europeia, que nos permite estar na linha da frente ao nível do que melhor se faz no mercado europeu.

Os nossos técnicos são incentivados a atacar os desafios dos nossos clientes com um espírito criativo e dedicado. Apostamos na formação contínua, tendo a maioria dos nossos técnicos formação pós-graduada ou superior.
Temos uma presença regular em congressos e feiras da especialidade que nos mantêm actualizados face às novidades do mercado.
Por essa razão, somos a empresa certa para o apoiar em novos projectos, ou acrescentar valor a soluções tradicionais.




Projeto BESTRANS
Este projeto visa generalizar a utilização dos estudos de benchmarking enquanto instrumento de gestão por parte dos operadores de transportes públicos por forma a otimizar a respetiva perfomance a nível energético e de emissões. O resultado deste estudo irá indicar às autoridades competentes a atual posição dos operadores de transportes públicos em termos de perfomance a nível energético e de emissões e constituir uma base de grande utilidade para a tomada de decisão a nível político e legislativo nesta área.



Projeto DESIRE
O objetivo do projeto DESIRE é avaliar, através da realização de casos de estudo realísticos, as soluções emergentes nos vários países para a tarificação rodoviária interurbana na Europa, e a partir daí delinear um conjunto de orientações de futuros esquemas de tarificação rodoviária interurbana (ETRI) para veículos pesados. Estes esquemas de tarificação visam uma utilização mais eficiente das redes de estradas tal como preconizado pela Comissão Europeia.



Projeto RUBENS
O objetivo do projeto foi o de recolher e analisar estudos e informação acerca da utilização racional de energia nos transportes públicos Europeus, na pesquisa de práticas de referência. Igualmente tido como objetivo foi o desenvolvimento conceptual de uma ferramenta de autoavaliação para utilização pelos operadores de transporte publico, ao mesmo tempo que procura encorajar a sua adoção mediante atividades de disseminação. As principais fases do projeto são: recolha de informação sobre práticas visando poupança energética e ambiente, metodologia de auto avaliação para operadores de transportes públicos e disseminação de resultados.



Projeto ENACT
O projeto do ENACT encerra os seguintes objetivos: 1. Interpretar e descrever o esquema de incentivos e riscos associados a que estão sujeitos os agentes económicos racionais, quando interagem numa Parceria Publica Privada, 2. Descrever de que modo os mercados financeiros interpretam os riscos associados a projetos de transportes, e de que forma a sua alocação influencia o financiamento de PPP, 3. Desenvolver formas de incorporar princípios de tarifação pelo Custo Marginal Social em esquemas de Parcerias público-privadas, tomando em consideração os incentivos dos intervenientes e os riscos envolvidos, 4. Estabelecer um Esquema Regulatório de Política Europeia Comum para a aplicação de Parcerias Público-Privadas no sector dos transportes.



eDRUL - Soluções Inovadoras para Logística Urbana
O objetivo principal do projeto eDRUL consiste na investigação, desenvolvimento e validação de uma plataforma IST inovadora e de serviços de apoio, por forma a melhorar a gestão da distribuição de carga e os processos logísticos em ambiente urbano. Fortemente baseadas numa integração com conceitos e arquiteturas de e-Commerce e e-Business, as soluções desenvolvidas irão permitir: Comunicação e trabalho de equipe entre os vários atores envolvidos no processo de distribuição de carga, através de um conjunto de serviços e-Business inovadores (segmento B2B). Melhoria da interação entre os consumidores e o sistema de comércio, conduzindo a uma otimização do sistema, através de uma série de serviços de e-Commerce (B2C). Gestão dos recursos disponíveis no sistema logístico (frotas, capacidade disponível, plataformas logísticas, recolha de bens e zonas de descargas, rotas, etc.) por forma a alcançar esquemas flexíveis de distribuição de carga, baseados na procura e integrados com o cenário urbano de ITS.



Projeto FISCUS
O estudo consiste na produção de estimativas de procura por modo de transporte, na análise dos graus de flexibilidade da escolha modal e na previsão da oferta por região e modo. Para tal, foi feito um inquérito telefónico às famílias residentes em Portugal, especialmente na Área Metropolitana de Lisboa. Foi também efectuado um inquérito aos operadores turísticos (nacionais e internacionais) para conhecer as suas expectativas, planos, reservas de capacidade, tempo e condições de mobilização a curto prazo. Este estudo incluiu também a monitorização (para conhecer e influenciar) a repartição modal durante o período da exposição.



Projeto ISOTOPE
Estudo comparativo das estruturas organizacionais e enquadramento legal e regulamentar, do transporte público na União Europeia e Noruega. O objetivo do estudo foi a análise das vantagens e desvantagens dessas estruturas organizacionais em termos de eficiência e eficácia, e o desenvolvimento de recomendações para decisores políticos, entidades planificadoras, autoridades e operadores sobre as formas possíveis de melhoria dessas estruturas em diferentes ambientes urbanos. No âmbito deste projeto foram ainda analisadas e desenvolvidas diferentes formas de relacionamento institucional entre autoridades e operadores. Este projeto de investigação, realizado para a Comissão Europeia no âmbito do 4º Programa Quadro de investigação e desenvolvimento, foi liderado pela TIS e teve a participação de diversas organizações representativas dos diversos países da União Europeia e da Noruega.



Projeto MARETOPE
O projecto MARETOPE investigou de forma integrada os impactos das mudanças no enquadramento legal e organizacional do transporte público, no que se refere aos papeis e actividades dos diferentes ?stakeholders? do sistema de mobilidade urbana: operadores de transporte, autoridades, financiadores, utilizadores e produtores. Um dos objectivos centrais do projecto foi o de desenvolver ferramentas de apoio à decisão política em particular, e em geral de todos os grupos de agentes envolvidos e/ou afectados pelas mudanças do quadro regulamentar da mobilidade urbana, como forma de apoiar os processos de adaptação que irão necessariamente surgir nos próximos anos no que se refere à reorganização do transporte público. Este projecto é o sucessor natural do projecto ISOTOPE, também ele coordenado pela TIS.



Projeto PATS
O projeto PATS liderado pela TIS desenvolve-se no quadro do Quarto Programa Europeu de Investigação e Desenvolvimento e pretende analisar os comportamentos de aceitação/não-aceitação de políticas tarifárias tendentes a aumentar a eficiência nos sistemas de transportes, bem como os argumentos que apoiam esses pontos de vista. É também seu objetivo encontrar os meios e as medidas que aumentem a aceitabilidade, analisar os efeitos redistributivos das políticas de preços e identificar as barreiras políticas e legais à sua implementação. O objetivo final é o desenho de esquemas de preços e pacotes de políticas de aceitação geral, tendo em conta aspetos relacionados com a eficiência e a justiça.



Projeto TOOLQIT
Investigar e validar níveis de serviço para passageiros, carga e transporte intermodal, propor indicadores para o nível de serviço e qualidade da infraestrutura, determinar um método de medição e avaliação de impactos das ações políticas e sua inclusão num modelo de transportes europeu.